Parceiros

sábado, 28 de março de 2009

Um Homem (In)comum

Aparentemente você é tão... normal,
comum mesmo. Quem poderia imaginar
esta capacidade para seguir
vestígios imperceptíveis ou ainda este

bom humor no confronto com seus medos?
Um homem que se deixa surpreender
por situações loucas, inusitadas,
não é comum (definitivamente!).



O que lhe define é esta força calma,
a naturalidade de quem já
viveu (tantas coisas), e mantém o
coração aberto para tantas outras.

Alguém que segue compondo respostas.
Que sabe oferecer seu conforto e
proteção. Aquele que, paciente, observa
a lua ao meu lado e aceita os sinais que o











trouxeram até aqui. Não existem enganos
ou resignação neste amor. Há o que
nunca pensei existir: maturidade
e paixão. Faróis do mundo seus olhos

verdes! Pele, boca, mãos - beijos quentes.

15 comentários:

Adolfo Payés disse...

Me entrego a tus versos poeta, siempre con el alma, en ellos encuentro la ternura infinita de la poesía..


un beso con mucho cariño

un abrazo inmenso y solidario siempre porta del alma infinita

ADiniz disse...

Cynthia
É lindo ler esta declaração de amor.
Porem são dois (in)comum.
Somente a sincronia possibilita a união.Que no caso o observador fas--se das mesmas qualidades que o amado.Apartir do momento que o observa.

Bjs

Renata (impermeável a) disse...

amor na maturidade é digno de muitos poemas lindos como este!

Cynthia Lopes disse...

Qué puedo yo decir? Gracias mi querido amigo, muchas gracias siempre...

Cynthia Lopes disse...

Obrigada Ana, eis o homem que procuro nesta minha maturidade para amar, um dia dobro uma esquina e o encontro, mas ninguém pode me acusar de não saber o que quero! rsrsrs... um beijão

Cynthia Lopes disse...

Ah Renata eu espero mesmo viver um lindo amor na maturidade para colocá-lo em versos cada vez mais lindos para encantá-la e a todos que me leem. Diga lá, como vc está?
Um beijo enorme para ti com todo meu carinho.

Ricardo Kersting disse...

Lindo poema, cheio de alternativas para pensarmos..Que somos todos comuns até que algo aconteça dentro de outrém e nos eleve da multidão..Respeito, a amizade e admiração são sentimentos tão profundos quanto, também nos proporciona essa elevação.
Beijo.

A.S. disse...

Cynthia,

Tuas palavras são mais que um cântico! São a poesia na sua mais bela expressão!...

Lindo este teu espaço...


Um beijo!

Mara faturi disse...

lINDAA,
SAUDADES DE SUA CONSTANTE POESIA E DOÇURA...
ENTÃO??!! NÃO ERA BEM EU A APAIXONDA, NÃO É MOCINHA?? EH,EH
*FELIZ POR VC!
BJOS AZUIS!

Cynthia Lopes disse...

Bem como a maturidade e a paixão, Ricardo, sem dúvida! bjs

Cynthia Lopes disse...

AS lindo é o seu espaço de boa poesia e imagens deliciosas. Portugal terra da poesia... de lá nos vem esta alma lusitana! Herança de nossa excelente mistura, negra / índia e branca, e o que mais vier.
Um abraço e obrigada pelo carinhoso comentário...

Cynthia Lopes disse...

Mara, lindinha, que poema maravilhoso o último que postaste!
MARA FATURI É PURA POESIA...
bjs

Aroeira disse...

uau! que belo! que quente e que sóbrio ao mesmo tempo.

Aroeira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cynthia Lopes disse...

Thanks, Capitain...