Parceiros

sábado, 6 de março de 2010

Filosofia de Alcova













Tela de Xi Pan - Sem título








sexo é bom, amor de ocasião.
depende de um contexto.
como saber se é certo ou não?
é sempre um risco, tiro no escuro.
tudo é assim na vida.

amar é bom. melhor é sexo com amor?
ou só diferente?
quanta gente tenta e tenta?
às vezes não somos talhados
para tal. nos conformemos.

sexo e amor, fazer o que?
- desce mais uma cerveja!
ter os dois seria melhor,
entretanto, a embriaguês acaba
e não sei quem dorme a meu lado.

melhor esquecer o dilema.

12 comentários:

Fouad Talal disse...

Também poderia se chamar Filosofia Marta Suplicyense: "Relaxa e goza porque você esquece todos os transtornos depois.""

Um abraço!

Sonhadora disse...

Minha querida
Lindo teu poema...mas por mim embriaga-te, e não te importes quem dorme a teu lado.
Estou assim.Tem dias

beijinhos
Rosa

Regiani Moraes disse...

Obrigada Cynthia, pela sempre agradável presença, sou amante da arte para é um prazer enorme pesquisar arte...
Beijo!

El Drac disse...

Generalmente en cada amor de casualidad siempre me he enamorado y como era de esperarse no fui correspondido por ello soy renuente al tipo de amor fugaz. Bello poema, que sin embrago no puedo asentir.

neli araujo disse...

Cynthia, minha amiga querida!

Gostei muito do teu poema, linda!

Prefiro amor com sexo. Nesta ordem!

E então é muito bom poder embriagar-se deste e com este amor.

E acordar juntos no dia seguinte é a coisa melhor que há!

Hoje em dia isto parece um tanto utópico, mas como já experimentei antes, não deixo por menos. Tem que ser assim!

beijocas,

neli

Cynthia Lopes disse...

Gostei do seu blog, Talal.
Abraços

Cynthia Lopes disse...

Minha querida amiga Flor, parece que estás desabrochando para a vida, ou serei eu?
Adoro a sua sensibilidade,
bjs

Cynthia Lopes disse...

Regiani,
seu blog é de um bom gosto...
é especial. Adoro ter vc por aqui.
bjs

Cynthia Lopes disse...

Querido El Drac, todos temos nossos percalços na vida.
bjs

Cynthia Lopes disse...

É isso mesmo minha amiga Neli, tens toda a razão, nós mulheres merecemos tudo: amor e prazer.
Estamos na luta e sonhadoras, continuamos em busca.
bjs

Anônimo disse...

Dinda,
Adorei o poema. Obviamente me identifiquei de cara com as suas palavras... Acho que todas as mulheres solteiras passam por esse dilema... No final das contas o que importa mesmo é ser feliz, né?! (de uma forma ou de outra)...
Beijos,
Vivi

Cynthia Lopes disse...

É minha querida vc tem razão.
As mulheres da minha geração passaram por estes dilemas para que as gerações futuras não precisassem passar e, ói nós ai outra vez! Mas, como diz minha amiga Neli, com sabedoria, não nos contentemos com pouco. Viva o amor com prazer!
bjs