Parceiros

sábado, 29 de agosto de 2015

Estação desencontro


o amor, esta via de mão única.
caminho em sua direção como
fosse para o cadafalso, submissa.
por quê? talvez reconheça as minhas

falhas em ti. o amor esta via
de mão dupla, enquanto eu vou,
você faz o caminho de volta.
um show de desencontros absurdos.

um vai e vem sem qualquer sentido.
malas prontas pra partida, sem rumo.
de certo apenas o incerto sentimento,
a certeza do risco, de viver o perigo.

malas prontas rumo ao coração partido...

 (*) Desenho de Gervásio Troche - do livro Desenhos Invisíveis, Ed. Lote 42, 2014.

2 comentários:

BETONICOU disse...

"Rumo ao coração partido" ... As vezes pensamos que só nos sofremos nesse mundo; e de amor muitos sofrem .Quando partimos rumo a um outro amor, quase certo ter que reconstruir duas vidas ... beijos Cynthia! muito bom !

Cynthia Lopes disse...

Lindo Beto!
Vc fez, com certeza, no seu comentário
um novo discurso poético.
Eu te agradeço.
bjs