Parceiros

domingo, 21 de setembro de 2008

Adolfo Payés


O querido poeta, pintor e desenhista,
Adolfo Payés, me dedicou este poema e,
fico muito emocionada com ele não só por
ser uma admiradora de sua obra, mas,
principalmente, pela admiração que tenho
por este verdadeiro GUERREIRO salvadorenho
que apesar de toda dor
não deixa de nos brindar com seus lindos
versos, sua ternura e sensibilidade.
Gracias meu querido amigo, muchas gracias...


"este es el poema que de dedico con mucho amor, y respeto", Adolfo Payés

OH Brasileña


Que belleza de idioma
Tus poemas
Tus escritos
Tus reflexiones
Tus imágenes hechos
Versos

Narraciones que nos hacen navegar
A lo más profundo del alma amazónica

OH Brasileña
Lengua que me alimenta leyendo
Cada día tus retoños literarios
Tus aportes
Tus caricias de lectura
Presencia autentica mujer
Hecho lienzo

A vos Cynthia Lopes
Cântico das Palavras
Tantas e tão lindas formas de expressão
Obrigado a tu presencia

saludos fraternos...

4 comentários:

Adolfo Payés disse...

Un abrazo fuerte, gracias eres muy tierna y fina de tu parte al poner el poema en tu espacio que es infinitamente bello. un beso

Cynthia Lopes disse...

Como se diz em meu país Adolfo, estamos "rasgando seda" um com o outro, rsrsrs...
mas é difícil não lhe dizer da admiração que sinto por seu talento. Um grande abraço meu querido guerreiro nas artes e na vida! besos....

O Velho disse...

Que lindo! Homenagem bem merecida, Cynthia!

Você já assistiu o filme "O Labirinto do Fauno" (Pan's Labyrinth)? Pois é, com esse filme (num sentido reflexo ao do Payés), aprendi a amar os idiomas hispânicos! rsrs

Muito bom!

Beijos!

;-)

Cynthia Lopes disse...

Aí meu querido amigo "o Véio", agora uma mistura de mago e eremita, claro que assisti ao Labirinto do Fauno, uma, duas e três vezes! Para mim o filme mais bonito e intenso que já vi este ano. Mas minha paixão pelo espanhol começou muito cedo, junto com minha caminhada mais politizada (digamos assim). Un beso y gracias por la visita