Parceiros

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Aos guerreiros desconhecidos
















tantos soldados
todos mortos em batalha
importa ao general?


*****

ninguém sabe
os nomes destes soldados
lembram seus rostos?

*****

todo povo lutou
em algum momento.
quantos anônimos!


*****

minha pátria
e seus muitos sabiás...
no exílio, o silêncio.

*****
anistia para
todo aquele que sonha!
um entre multidões


*****

que sentido há
numa vida miserável:
desespero?
infâmia?

*****

via americana
um mesmo lar, história,
hablemos español
en las escuelas!


*****

foi-se o tempo
das respostas prontas:
revolução é virar do avesso

7 comentários:

Adolfo Payés disse...

Mi bella y querida poeta, fuerte el tema de hoy pero esa es la realidad de ellos y de los árabes iraquies,..

te dejo mi abrazo fraternos y solidario con un beso...

saludos...

DIARIOS IONAH disse...

esta eh a historia deste planeta.
ele foi feito por sangue.
em todos os tempos deste mundo a guerra foi a principal atividade do homem.e em todas as nações, não importando a cor das gentes nem os seus credos.
a guerra eh uma relaidade do ser humano,

Cynthia Lopes disse...

Gracias, mi amigo, por tu solidariedad. Besos...

Cynthia Lopes disse...

Obrigada Ionah por sua presença, é importante apenas a gente dizer sempre: NÃO HÁ SENTIDO NAS GUERRAS!
bjs

Fernanda Leturiondo disse...

Bravo, Chynthia! Tema delicado, que só de falar nos abre o peito. E vc diz disso com tanta coragem.

Adorei!
Um bjo
Ah, e João homenageado lá na casa, é o meu filho.

Cynthia Lopes disse...

Obrigada Fernanda, todos que lêem meus versos, como vc, é que me dão coragem! bjsss em vc e no seu filho, o João.

Ricardo Kersting disse...

A quem interessa as guerras? Importa o nome do general? Mas é o único que ficamos sabendo, ficamos sabendo também os nomes dos presidentes, só não sabemos os nomes de quem luta! Ou será que seus nomes é dor?