Parceiros

quinta-feira, 7 de julho de 2011

CONFLUÊNCIA




sete palavras dispostas
no tampo daquela mesa.
sete versos, três estrofes,
um poema transcendental.

um mistério da cabala
ou algo do amor universal?
talvez apenas um laço,
nó, encontro de poetas,

pasmos, frente ao desafio:
de criar versos do nada
quando tudo (parece)
já ter sido dito.

14 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida Cynthia
Voltando devagar e com calma e deixando um pequeno rascunho de como eu vejo o poema.

Beijinhos com carinho
Rosa

O poema faz amor com as palavras...devora bocados de solidão...despe-se na noite...veste-se de paragrafos...bebe-se lentamente...soletra-se docemente...uma página em branco esperando a
ilusão ...a carícia dos dedos...a voz que se entorna no papel...um grito infinito...um vazio intensamente cheio...uma dança sensual...vestida de ausência e repleta de silêncios...é a maré dos corpos na rebentação das águas.

Encantadora disse...

"Confluência também seria
Dois rios que seguem pro mar
E a coincidência de duas idéias
Que no sete se deixam levar"

Neste dia também postei sobre o sete, interessante confluência! Bjxxx

Ana Andreolli disse...

mas vc vem e diz algo inédito!

=)

lindo

A.S. disse...

Querida,

Haverá sempre um poema por inventar!

Beijos,
AL

Cynthia Lopes disse...

Minha Flor, eu só poderia esperar mesmo este teu carinho, a beleza da tua escrita e a tua sensibilidade em versos...
t amo demais!
beijão

Cynthia Lopes disse...

Encantadora, estamos (os poetas) sempre em sintonia. bjs

Cynthia Lopes disse...

Valeu Aninha!
bjins

Cynthia Lopes disse...

Com certeza meu poeta querido!
bjs

Leone Rocha disse...

"quando tudo (parece)
já ter sido dito".

Isso é realmente um desafio.

Ontem, no corujão, passou um filme "Palavras de amor" que trata sobre a Caballa e os mistérios contidos nas palavras. Bom o filme. Previsível mas com bons aprendizados.

Fazia um tempo que não passava por aqui.

Abraços.

Cynthia Lopes disse...

Obrigada por passar e se deixar um pouco Leone, bjs

Daniel Hiver disse...

A vida é esta mesma. E tecer versos assim do nada, mesmo quando tudo já parece ter sido dito é o que nos alimenta...

Cynthia Lopes disse...

nos alimenta e nos nutre Daniel!
bjs

Aroeira disse...

leminskiana esta.

Cynthia Lopes disse...

obrigada Capitão!!!
besitos