Parceiros

domingo, 13 de julho de 2008

A caminho da lua



Estamos indo em direção à lua,
branca, cheia, nua e iluminada. Anoitece
e no céu azul-marinho, sobrevinda,
mais e mais brilha. No rasto da luz
seguimos: eu, meu pássaro e sua bússula.
Esfera que reluz no fim do túnel
azul da noite, para ela, no silêncio
voo sentindo a leve brisa das asas
planas neste espaço vazio, profundo.
Aconselho àqueles que possam sonhar
a navegar, em direção ao canhão
lunar deixando alumiar este palco
noturno, de tranqüilidade e paz.

4 comentários:

Mara faturi disse...

oi querida,

gostei da imagem lunar...viajo com você certamente, pois nosso pouso é o mesmo...
grande beijo:)

Cynthia Lopes disse...

Obrigada querida,
um grande bejo prá vc também!

:)

Adolfo Payés disse...

precioso como siempre tus poemas, vengo a dejarte mis emociones dictadas por tus versos...un abrazo y un beso fraterno..

Cynthia Lopes disse...

Meu querido poeta, como são intensas e importantes para mim seus comentários, a sua presença no meu cântico... un abrazo y besos fraternos