Parceiros

terça-feira, 18 de agosto de 2009

GOL-contra



Apara a bola no peito
ajeita no pé direito
e chuta com força, direto,
na vidraça do goleiro.

10 comentários:

Adolfo Payés disse...

Mi abrazo con mucho cariño para vos mi poeta preferida de mi alma.. cuanto te quiero preciosa no puedo vivir sin tus versos..


Saludos fraternos de siempre mi poeta de la ternura y el alma..
Besos
Un abrazo con mucho cariño

Nei disse...

Olha esse poema! Que beleza! Não existem muitos poemas sobre o futebol. Trata-se de uma raridade. Bjs.

Cynthia Lopes disse...

Ah, é uma trova inspirada, meu caro Nei! Grata pelo comentário, aquilo que por vc é dito, sempre me faz um enorme bem. bjs

Cynthia Lopes disse...

Gracias Adolfo pelo carinho de sempre. Mucho te quiero mi niño! besos

neli araujo disse...

Muito legal, Cynthia!

Sabe, de todos os hai-kais que escrevi, só um é sobre futebol?

Está aí um tema a ser explorado, hehehe

beijocas, linda!

neli

Anônimo disse...

"GOL-contra" ... FOI A QUEDA PRA SEGUNDONA (lagri+lagri+) ... MAS VAMOS SUBIR!!!! VALEU CY...BJ E FK COM DEUS!!!


Murillo Jr.

Cynthia Lopes disse...

Neli, vc tem toda razão!
Eu não assisto uma partida, mas adoro causos sobre futebol, histórias de peladeiros etc...
bjs

Cynthia Lopes disse...

Murillo, força na peruca!
VASCÃO!!!!!!

Aroeira disse...

rarará boa, muito boa.

Cynthia Lopes disse...

È capitão adorei o tema e estou a caça de mais causos para contar deste meu jeito peculiar, rsrs...
bjs