Parceiros

terça-feira, 8 de setembro de 2009

História no tempo















esses versos são para você
meu bom amigo, a quem me exponho,
dividindo meus dias, momentos,
a quem revelo os meus segredos.

no rosto antigo, um velho sonho
de mergulhar em meus olhos verdes,
pastos, campos floridos, meu mar
infinito, náufrago sorriso.

para ti são as minhas memórias
deste amor sem futuro, as lágrimas,
apenas sonho, sombra e neblina.
tanto querer, tão belas histórias,

versamos um para o outro no tempo
que é assim, infindo. almas próximas
se amam, se entregam, se esfregam, gozam
em um mundo que é todo rimas.

6 comentários:

Adolfo Payés disse...

Una historia que nos entregas en versos.. siempre se sienten tus versos.

Besos preciosa
te quiero mucho

Un abrazo
Saludos fraternos

neli araujo disse...

Que belo, Cynthia!

Eu já senti e vivi isto que você escreveu aí, minha amiga...

Todo meu carinho e respeito a vocês!

beijinho carinhoso,

Neli

Cynthia Lopes disse...

Neli obrigada pelo seu comentário.
bjs com todo meu carinho para você...

Cynthia Lopes disse...

Adolfo, muito grata pelo carinho meu querido, besos

Ricardo Kersting disse...

"Os sonhos não envelhecem" escreveu Flávio Venturini e muito bem lembrado por Helena Erthal. Assim como os poetas jamais perdem o seu tempo porque para a poesia tempo não existe. A ti minha querida poeta quem mais do que ninguém tem coragem de denunciar tantas injustiças, levantar a tua voz para reerguer prostrados com teus versos que jamais pede nada em troca... Para ti e para o "futuro", todo meu respeito e profunda admiração.
Beijos

Cynthia Lopes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.