Parceiros

terça-feira, 12 de janeiro de 2010





















as paixões são sempre escravas do desejo,
nunca asas da liberdade.

20 comentários:

J.R. Lima disse...

pular muros não faz liberdade.

quando a fuga é bem-sucedida
nem mesmo aí há liberdade.

liberdade é não ser preciso fugir,
é não haver muros.

quem não se prende a correntes, não precisa de asas.

Adolfo Payés disse...

Mi querida amiga leer es siempre encontrarme con maravillosos versos..

Un beso con mucho cariño..

Un abrazo
Saludos fraternos..

Gaspar de Jesus disse...

CYNTHIA
Maravilhosa e poética imagem!
Todas estas "asas de Mariposa" nos conduzem à LIBERDADE-
Parabéns
Bjs
G.J.

Sonhadora disse...

Minha querida Cynthia
A paixão sempre inibe a nossa liberdade...mas não faças caso de mim.

Beijinhos

Sonhadora

Cynthia Lopes disse...

Gostei muito JR, mas quem não se prende a correntes? Verdade é que tentamos nos livrar delas, entretanto, as que estão dentro de nós as levamos, só mesmo o amor para nos dar asas, só mesmo o que é espiritual pode nos sintonizar com nossa humanidade. Mas neste caso muito há que se pensar e refletir.
Bjs

Cynthia Lopes disse...

Gracias Adolfo, é sempre um prazer tê-lo por aqui.
besos

Cynthia Lopes disse...

Obrigada Gaspar pelo carinho.
Um grande bj

Cynthia Lopes disse...

Minha Rosa-Flor, obrigada por sua presença constante neste espaço de poesia.
bjs

Ricardo Kersting disse...

Oi Cynthia

Acho que as paixões são livres. Independentes de quaisquer vontades e dão asas sim, é que nós nem sempre sabemos, ou não queremos voar..
Beijos

Vincent DeVille disse...

Seja de que maneira for, livre ou prisioneiro, amor é sempre o mais sublime de todos os sentimentos humanos...

Um bom ano

V

Cynthia Lopes disse...

Oi Ricardo,
sabe depende de que "paixões" vc está falando. O conceito que uso aqui para falar de paixão, eu lhe digo, não dá asas não, pelo contrário, acorrenta, aprisiona. Falo das paixões motivadas pelo egoismo, pela vaidade, pelo desejo de posse narcísico, pela anulação do outro.
Espero que tenha dado para entender o sentido que quis emprestar a palavra. bjs

Cynthia Lopes disse...

Ah, Vincent
o amor realmente dá asas.
Um feliz 2010 para ti
bjs

A.S. disse...

CYNTHIA,

A Paixão é um fascinante contraste, que ao mesmo tempo nos cativa e nos concede o voo mais libertador!

Beijos
AL

Ianê Mello disse...

Olá, vim aqui retribuir sua visita e gostei muito de seu espaço.

Estou te seguindo.

Gostaria de participar como colaborador(a) do blog?

Veja as regrinhas ao final.

Se tiver interesse, envie seu e.mail e lhe cadastrarei.

Seja bem vindo(a).

Beijos.

Ricardo Kersting disse...

Certamente entendi perfeitamente, mas temo que no poema tudo isso me passou despercebido, desculpa!!

Cynthia Lopes disse...

Não há o que se desculpar meu amigo.
Talvez eu mesma não tenha conseguido me expressar com precisão.
bjs

Cynthia Lopes disse...

Ianê, obrigada pela visita!
Gostei muito do seu espaço interativo, excelente idéia. bjs e apareça sempre, a casa é sua também.

Cynthia Lopes disse...

Oi Albino, estas paixões a que me refiro, são as que nos tornam cativos dos que há de pior em nós. Creio que o que nos dá asas é o amor que vivemos com liberdade.
bjs

neli araujo disse...

Ai, amiga, e não é que infelizmente concordo com você?

ah, as paixões...

beijinho,

Neli

Cynthia Lopes disse...

Bjinhos Neli e
obrigada