Parceiros

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Da Montanha...















Homenagem ao poeta Da Montanha

o poema paira
no ar, como uma pipa:
sou criança, somos.

3 comentários:

Adolfo Payés disse...

Siempre presentes con tus poemas ternuras, y yo me pierdo con pasión en tus versos, convertidos en verbo por tus manos...

un abrazo fraterno con un beso

Cynthia Lopes disse...

Mi niño poeta, estamos sempre nos perdendo e nos encontrando nesta VERVE ! Abrazos y mi saludos fraternos

intelligence disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.