Parceiros

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Norte





* Inspirado na poesia do poeta Da Montanha



em órbita giro
sob seus olhos, a
retina doente.
esta lua que aponta
à esquina, teimosa,
liberta sua estrela
cuja luz lhe guia.

meu poema, seu
norte!

4 comentários:

Adolfo Payés disse...

Hermosa montaña de la vida, se siente en ella la dulzura y delicadeza de tus versos, poeta de al ternura..

un abrazo inmenso

saludo fraternos poeta

Ricardo Kersting disse...

Lindo poema.. Sensibilidade e humildade! Qualidades entre tantas que reúnes! Sem contar a elegância das palavras e delicadeza na abordagem!
Beijos poeta...

Cynthia Lopes disse...

É lindo quando vc escreve "poeta de la ternura", parece que posso escutar a sua voz. Meu querido amigo e poeta e muito mais, mesmo tão longe é verdade, existe uma sintonia em nós (talvez na solidão dos versos), ou talvez no encontro com a beleza dos poemas, quem sabe? Um fraterno abraço "mi niño poeta"

Cynthia Lopes disse...

Nossa, Ricardo, obrigada a você pela delicadeza do comentário. Espero merecê-lo, bjs